Não há título porque não há nada que possa introduzir um post como esses. Não há palavras que possam expressar toda a dor que essa perda me ocasionou. A ficha ainda não caiu, e eu sei que ela há de demorar muito para cair. Foi tudo tão rápido e tão inesperado que me sinto ainda muito entorpecida. Mas a dor está aqui - e vai ficar por um longo tempo.
Peço perdão, queridos leitores e fãs de Yume, mas a ausência que tirarei agora será ainda mais demorada. Não tenho cabeça para cuidar dos blogs, do twitter, do book tour ou das resenhas de parceiros. Preciso de um tempo para me acostumar com essa ausência (que será insuportável). Perdi não apenas a minha mãe, mas a minha melhor e mais prezada amiga, aquela que enxugou todas as minhas lágrimas quando eu me frustrava e que vibrou comigo em todas as minhas vitórias. Mas, graças ao bom Deus, pelo menos, antes de partir, minha mãe conseguiu ver o sucesso que Yume estava fazendo. Ela conseguiu ter em mãos o meu sonho, o meu próprio Yume, e saber disso me conforta.
Agradeço a vocês, amigos e fãs, não apenas por terem me feito feliz com a grande e satisfatória receptividade do livro, mas também a minha mãe.
Agora, irei me ausentar. Só Deus pode saber quando eu volto. Peço perdão, desde já, por ter de encerrar o desafio, mas aqueles que acertaram, pelo menos em parte, a pergunta, irão receber seus prêmios. Sim, a foto mostrava o trabalho que estávamos fazendo na música que aparece no livro (Sonhos, da Reticências). Ela está ainda em processo de produção, tem muita coisa a se ajeitar. Quando tudo estiver pronto, colocarei aqui e, se Deus permitir, investiremos numa produção audiovisual. Porém, por hora, está tudo pausado.
Muito obrigada a todos.
Com carinho,
Kamile Girão

1 comentários:

Álison Freire 26 de fevereiro de 2012 18:39  

Kamile, não vou falar pra vc ter força, pois você já mostrou ter muita força e nessa hora, o melhor é chorar. Chore. Mas não chore por tristeza. Chore por alegria. Lembre-se dos momentos que vocês passaram juntas, da amizade de vocês. E dê graças a Deus pelo tempo que passou com sua mãe.
Sei que não é fácil essa despedida, mas lembre-se: 'você aproveitou os momentos que pôde com ela'.. E como você mesma disse, ela estava feliz com a sua felicidade. Portanto, não abandone nada, para que agora, ela não fique triste..
Lembre-se que você tem muitos fãs, te apoiando..
Estou aqui, pro que precisar, tudo bem?
Abraço.

Postar um comentário

Followers

A Dama Pálida

Minha foto
Kamile Girão
Fortaleza, Ceará, Brazil
Garota, estudante de Letras, protótipo de escritora. Ama velharia, música antiga, pilhas de livros, pilhas de DVD's, desenho, bonecas, um sardentinho geek e, principalmente, escrever.
Visualizar meu perfil completo
Ocorreu um erro neste gadget
Blog contents © O Fabuloso Destino da Kami 2010. Blogger Theme by NymFont.